sábado, 22 de setembro de 2018

Be(m)dita Ghee: Máscara de Hidratação - Lola Cosmetics

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim falar sobre a máscara/manteiga vegetal para cabelos Be(m)dita Ghee Hidratação, da marca Lola Cosmetics. Já tinha a de Nutrição e sempre quis experimentar as outras versões (Hidratação e Reconstrução), então acabei comprando esta por R$16,90 (versão de 100g). 


Lembrando que esta marca é vegana (não possui ingredientes de origem animal e é cruelty free), e esta máscara não contém ingredientes como silicones insolúveis, corantes artificiais, parafina, óleo mineral, OGMs, cloreto de sódio, ftalatos, sulfatos, glúten e parabenos. Seu uso é indicado para cabelos opacos, ressecados e que necessitem de hidratação.
 



A máscara vem nessa embalagem fofa, com tampa rosqueada e possui coloração branca e textura consistente. O cheiro é de banana e eu acho simplesmente delicioso, adocicado na medida (idêntico ao daquelas balas de banana).


Sua aplicação deve ser feita após o enxágue do shampoo e o tempo de ação é rápido (3 a 5 minutos). Ela espalha super bem nos fios e possui efeito desembaraçante - sinto os fios desmaiados.


Venho utilizando-a há algumas semanas e tenho gostado muito do resultado: os fios ficam desembaraçados, macios, hidratados, com brilho e muito cheirosos (o cheiro costuma durar até o dia seguinte). E o melhor: a máscara não pesa nos fios, desde que não seja aplicada na raiz.

Abaixo, fotos dos resultados deixando o cabelo secar naturalmente e também utilizando a chapinha:



Sua composição:


Só posso dizer que estou amando esta máscara, pois ela deixa os cabelos uma seda, rende bem e tem um preço e tamanho bem legal para quem quer testar antes de comprar a versão maior. Achei tão boa quanto a de Nutrição (ou até melhor, rs... dá vontade de usar em todas as lavagens)! Recomendo com certeza!!! ^^

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Unha da semana: Zaz - Impala

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim mostrar um esmalte que achei super fofo: o Zaz, da marca Impala (cruelty free). Comprei o mesmo por R$2,99 nas Lojas Americanas.


Ele possui um tom de lilás bem clarinho e super delicado, que eu amo! Só não me agradou o fato de ele ser muito ralo, então fica falhado/manchado nas unhas (para ficar apresentável, tive que aplicar 3 camadas, o que não acho nada prático).

Em geral, gosto dos esmaltes da marca, mas me decepcionei com a cobertura deste, que deixou a desejar. Já no quesito duração, eu gostei. Enfim, só vale a pena comprá-lo se for uma cor que você realmente deseja. ^^

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Hidratante Labial: Lipx Vegan Antiox Lipbutter - Labot

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim falar sobre o hidratante/balm labial vegano: Lipx Vegan Antiox Lipbutter, da marca Labot. Como o tempo está bem instável aqui em BH, minha pele fica toda ressecada, inclusive os lábios. Sempre usei o balm labial da Nivea - que é muito bom, mas que, infelizmente, é testado em animais. Por isso, procurei um alternativa que fosse cruelty free e acabei descobrindo este que é vegano - inclusive possui certificação da SVB - e o comprei no site da Sephora, por R$35,00 (3,4g).  



Segundo a marca, sua formulação é rica em antioxidantes naturais, óleo de argan, óleo de girassol, óleo essencial de laranja e manteiga de illipê, sendo altamente hidratante e protegendo os lábios contra o ressecamento e agressões externas como frio e calor. 

Ele vem nessa embalagem comum, que eu achei bem frágil (é igual àquelas embalagens de manteiga de cacau, que parecem não firmar bem o produto na hora de aplicar). Já o rótulo eu amei, porque é fofo e bem informativo.

O balm possui coloração branca, não tem cheiro e é um pouco duro de aplicar no início - ele é bem seco, mas após passar ele nos lábios, parece que vai amaciando e fica melhor para espalhar. Após aplicá-lo, sinto que ele fica firme e confortável nos lábios, aliviando a ardência de ressecamento ou cortes.

Além da embalagem frágil, outro ponto que não me agradou foi o formato do balm, que dificulta sua aplicação - ele é pontudo e simétrico, e deve-se aplicá-lo meio de lado e, como a embalagem não é muito firme, dá a impressão de que vai quebrar. Por isso, fui aplicando de um lado só, até mudar o seu formato original e, assim, facilitar o seu uso.


Abaixo, foto de sua composição:


Apesar de possuir algumas características que não me agradaram (embalagem frágil e formato do produto), eu gostei muito da qualidade do balm e achei que ele hidrata bem os lábios.

O preço é elevado (ainda mais em comparação com uma manteiga de cacau, que possui a mesma quantidade), mas o mesmo é vegano, possui uma boa duração e se apresenta como algo novo no mercado, por isso, na minha opinião, vale a pena comprá-lo! ^^

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Leituras de agosto - 2018

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim falar sobre todos os livros que li no mês de agosto: foram seis, sendo quatro de romance policial/suspense, um de romance/comédia romântica e um de poemas. Felizmente acertei nas escolhas e gostei demais de todos!


1. Gritos no Silêncio - Angela Marsons


O primeiro escolhido do mês foi o lançamento Gritos no Silêncio, da autora Angela Marsons. Não conhecia a autora mas, como ouvi falar super bem do livro, o comprei no Kindle por R$20,90 em promoção. 

A história começa com 5 pessoas tampando uma cova e, após alguns anos, as mesmas começam a ser assassinadas. Ao investigar tais assassinatos, a detetive Kim Stone e sua equipe acabam encontrando alguns esqueletos enterrados em Crestwood, um antigo lar para meninas problemáticas e/ou rejeitadas por suas famílias, que sofreu um incêndio há alguns anos e, desde então, se encontra abandonado. Os casos dos assassinatos antigos e os atuais começam a se interligar e a busca pelo culpado se torna incessante.

Eu particularmente amei o livro: em capítulos pequenos e de leitura fácil, conseguiu me prender e o li rapidamente. Achei que acertaria o final, mas me enganei profundamente... o que foi ótimo, pois conseguiu me surpreender. Muito bom!

Número de páginas: 320

Nota: 5/5 (Recomendo com certeza! É exatamente o tipo de livro policial/suspense que eu gosto).



2. Dublê de Corpo - Tess Gerritsen


O segundo escolhido do mês foi Dublê de Corpo, da autora Tess Gerritsen. Como havia dito mês passado, estou lendo todos os livros da coleção Rizolli e Isles que ainda não havia lido, em ordem. Este é o quarto livro da série e o consegui de graça para o Kindle. 

Assim como em O Pecador, este enredo é mais voltado para a vida da legista Maura Isles. Ao chegar em sua casa após passar uma semana na França, ela se depara com a polícia e vários curiosos à sua porta. Quando Rizolli mostra uma mulher baleada dentro de um carro em sua rua, ela entende o porquê de todos os rostos assustados a olhando: a mulher é fisicamente igual a ela. Então cabe a ambas descobrirem quem é a mulher, quem a matou e por qual motivo. Nessa investigação, Maura acaba se deparando com outros assassinatos ocorridos no passado e com sua história familiar - ela foi adotada quando criança e, neste livro, nos é apresentada sua mãe biológica Amalthea Lank (ela aparece em Segredos de Sangue, e eu não sabia de onde ela tinha surgido.. por isso a importância de ler toda a série em ordem, kkk).

Só posso dizer que o livro é muito bom! Gostei demais porque prendeu minha atenção e consegui lê-lo super rápido. O enredo é bem construído, fácil de ler, e o final me surpreendeu (embora tenha ficado a pergunta: Por que Amalthea achou que Maura seria assassinada?). Louca para ler os próximos livros da coleção!

Número de páginas: 416

Nota: 5/5 (Amei o livro! Com certeza está entre os melhores da série.)



3. A Lua de Mel - Sophie Kinsella 


O terceiro escolhido do mês foi A Lua de Mel, da autora Sophie Kinsella. Sempre quis ler algum livro da autora, mas nunca tive a oportunidade. Até que achei este no Kindle Unlimited e resolvi pegar emprestado.

O enredo gira em torno de Lottie e sua irmã Fliss. Lottie acredita que seu namorado Richard irá pedi-la em casamento em um almoço que, segundo ele, seria especial. Quando o pedido não veio, ela termina seu relacionamento e tenta se convencer de que está ótima e, para provar, acaba se casando com um ex-namorado que acabou de reaparecer, Ben. Eles se conheceram há anos na Grécia e, cheios de boas lembranças, resolvem retornar para lá em sua lua de mel. Fliss, sua irmã mais velha, divorciada (com ódio do ex-marido) e que tem um filho, tenta proteger Lottie de todas as formas, sabotando seu casamento e sua lua de mel, afinal, ela conhece o arrependimento de sua irmã cada vez que faz uma "Escolha Infeliz" ao término de um relacionamento.

Apesar de a história parecer um clichê, preciso dizer que me diverti demais lendo (ficava rindo sozinha, kkkk). Lottie é muito impulsiva e engraçada, e adorei cada escolha infeliz que ela já tomou. Embora a frustração de sua lua de mel ser muito repetitiva e pouco crível, e o final ter sido muito previsível, valeu a pena cada segundo da leitura. Adorei!

Número de páginas: 496

Nota: 5/5 (É um livro leve e muito divertido, com certeza recomendo! Me deu vontade de ler todos os livros da autora.)



4. Outros Jeitos de Usar a Boca - Rupi Kaur


O quarto escolhido do mês foi Outros Jeitos de Usar a Boca, da autora Rupi Kaur. Sempre ouvi falar bem deste livro e, ao achá-lo disponível no Kindle Unlimited, peguei emprestado para ler.

Ele é constituído apenas por poemas e ilustrações da própria autora. É dividido em quatro partes: a dor, o amor, a ruptura e a cura, onde os poemas são pertinentes a cada tema. No geral, falam sobre abuso, romance, término, solidão, sofrimento, autoestima, feminismo e empoderamento.

Preciso confessar que não sou a maior fã de poemas (a maioria nem consigo entender, kkkkkk), mas como eu entendi os desse livro, o classifico como de leitura fácil. Em sua maioria, os poemas são pequenos, mas tocantes e possuem grande sensibilidade, o que me agradou bastante.

Número de páginas: 208

Nota: 5/5 (apesar de não ser fã de poemas, me surpreendeu!)



5. O Assassinato de Roger Ackroyd - Agatha Christie


O quinto escolhido do mês foi O Assassinato de Roger Ackroyd, da melhor autora do mundo, Agatha Christie. Estou com vários livros dela para ler (amo!) e comecei por este, que peguei emprestado no Kindle Unlimited.

A história gira em torno do assassinato de Roger Ackroyd, um homem muito rico e mão fechada, na cidade inglesa de King's Abbot, onde o detetive Poirot está, coincidentemente, curtindo sua aposentadoria. Ele é encontrado apunhalado e trancado em seu escritório, após alguém ligar para a casa de seu médico, Doutor Sheppard, e avisar que ele havia sido morto. Logo, para investigar a sua morte, Poirot se junta ao médico, visto que o mesmo possui maiores conexões na cidade. Roger morava em uma mansão com vários familiares, empregados e estava com visitas em sua casa, por isso, todos são suspeitos (ainda mais quando todos guardam segredos).

Apesar de não ter sido um dos meus preferidos da autora, achei o livro muito bom. São muitos personagens e nem todos são bem desenvolvidos, o que contribui para confundir a cabeça do leitor, já que há muitas informações sobre ninguém. Esse foi o primeiro livro da autora que eu consegui imaginar o final, embora não tenha conseguido entender como... então, de certa forma, acabou sendo surpreendente, embora trágico. Mais uma vez, senti falta de Hastings e seus comentários extremamente inocentes.

Número de páginas: 312

Nota: 4/5 (livro muito bom, como já era de se esperar! Agatha nunca decepciona!)



6. Gênese - Karin Slaughter


O sexto escolhido do mês foi Gênese, da autora Karin Slaughter. Ele é o terceiro livro da coleção com o detetive Will Trent (estou lendo todos que foram traduzidos, em ordem. Já li Tríptico e Fissura). Consegui baixá-lo de graça na internet para o Kindle.

A história começa quando Will, ao levar sua parceira de trabalho, Faith, ao hospital, acaba se deparando com a entrada de uma vítima atropelada e que foi, claramente, vítima de tortura e abusos. Apesar do incidente ter ocorrido em outra jurisidição, o GBI pega o caso para si após Will se deparar com um esconderijo no subsolo, próximo ao local do atropelamento, no qual o sequestrador escondia suas vítimas (mulheres que parecem possuir determinadas características em comum). Enquanto a vítima não se recupera, são reportados novos sequestros de mulheres. Logo, Will e Faith, com a ajuda da médica Sara Linton, se veem em uma busca pela história dessas vítimas e pela identidade do sequestrador/torturador.

Achei que o enredo foi bem empolgante (embora pesado), e eu gostei bastante! Bem escrito e de fácil entendimento. O final eu consegui imaginar (estava até bem na cara), embora não tenham ficado explícitos os motivos do culpado e o porquê de alguém apoiá-lo (acabei resolvendo aceitar que eram todos loucos, afinal).

Número de páginas: 448

Nota: 5/5


sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Spray Finalizador Capilar: Selagem de Maçã - La Bella Liss

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim falar sobre um produto que sempre morri de vontade de testar: o Spray Finalizador Capilar Selagem de Maçã, da marca La Bella Liss (cruelty free). Comprei o meu no site da marca, por R$36,90 (300ml).



O produto possui vinagre de maçã em sua composição, seu pH está em torno de 3 - 3,5, o que é ótimo para selar bem as cutículas do fio, e é indicado para quem deseja acabar com o frizz e a opacidade, podendo ser usado em todos os tipos de cabelo.  

Segundo a marca, ele proporciona benefícios como: selagem de cutículas, retenção da hidratação nos fios, redução de volume e do frizz, brilho, definição de cachos, tratamento pós-química, e proteção térmica. 

O frasco possui tampa com borrifador e o produto não é nada viscoso (parece uma água mesmo). O spray funciona bem, embora eu não seja muito fã de borrifar produtos no cabelo - sou desastrada, então prefiro borrifar uns 5 jatos nas mãos e só depois aplicar nos fios. Lembrando que ele pode ser usado tanto nos fios úmidos quanto nos secos.


Ao aplicá-lo, notei que ele não é nem um pouco desembaraçante, o que pode atrapalhar um pouco no espalhamento do produto. O cheiro é adocicado e me incomodou um pouco, mas depois que o cabelo seca, ele fica mais gostoso e tolerável. 

Já o utilizei várias vezes, e posso dizer que gostei bastante do resultado. Os fios ficaram soltinhos, com menos volume e frizz, e com muito brilho. Fotografei os resultados com os cabelos secos naturalmente e com os cabelos alisados:



Em ambos os casos gostei muito! Uso sempre que quero que o cabelo fique com muito brilho e mais alinhado. Como especificado no rótulo do produto, o uso do secador ajuda ainda mais a aumentar o brilho.

O único porém que achei foi que o cabelo ficou oleoso mais rapidamente (uso hoje e depois de amanhã já está bem oleoso, mas pode ser que esse clima de frio esteja interferindo nesse aspecto).

Abaixo, foto de sua composição:

 
O produto é ótimo, e considerei seu custo-benefício muito bom: pela quantidade que vem na embalagem, com certeza vai durar muito. Bom preço, bom rendimento, e realmente cumpre o que promete. Recomendo demais!!! ^^

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Unha da semana: Tutu, Coleção Bailarina - Impala

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim mostrar pra vocês o esmalte nude que vem sendo um dos meus preferidos do momento: o Tutu, da coleção Bailarina, marca Impala (cruelty free). Comprei o mesmo nas Lojas Americanas, por R$2,99 em promoção. 


Ele possui um tom de nude acinzentado e rosado que eu simplesmente amo! Fica super delicado e chique nas unhas, e até me lembrou o Lágrimas de Vênus, da marca Risqué (não compro mais dessa marca por ter lido que ela não é cruelty free). Pelo que vi na loja, todos os esmaltes desta coleção Bailarina são em variados tons de nude, mas esse foi o meu favorito.

Adoro os esmaltes da Impala e com este não foi diferente: cor linda, fácil aplicação (tem pincel flat), boa duração e, apesar de ser clarinho, possui ótima cobertura e não fica manchado (uso sempre 2 camadas). 

Simplesmente maravilhoso!!! ^^

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Batom Líquido Matte: Cor 31 - Latika

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim falar sobre um dos meus batons nude preferidos: a cor 31, da marca Latika. Ele é o único batom líquido matte da marca que eu tenho e eu amo demais! Comprei o mesmo por R$14,90 (4ml) na loja online Beleza na Web

Primeiramente, ele vem em uma caixinha verde linda, e a embalagem é muito fofa. A cor 31 é um nude claro rosado que fica maravilhoso nos lábios e é super usável (não é aquele nude que apaga os lábios e nem me deixa com cara de defunto.. kkkk.. dá até pra usar com uma maquiagem mais básica). Quando comprei, fiquei em dúvida entre ele e a cor 35, mas optei pelo 31 porque, apesar de serem parecidos, ele é um pouco mais claro. 


A pigmentação dele é ótima, não mancha na aplicação, fica super uniforme e sequinho nos lábios, e não craquela. Da duração eu também gostei bastante (passei depois do almoço e ele durou até a noite!). Ou seja, além de possuir uma cor linda, é de ótima qualidade. 

Abaixo, foto de sua composição:


Lembrando que os produtos da marca são cruelty free. Amo demais, e com certeza comprarei outras cores!!!