quarta-feira, 6 de junho de 2018

Unha da semana: Amor Cósmico, Coleção Elemental - Impala

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim falar sobre um dos esmaltes mais lindos que eu tenho: o Amor Cósmico, da coleção Elemental, da Impala. Estava louca procurando ele para comprar e finalmente o achei na Americanas (paguei cerca de R$3,00 por ele).


Como podem ver, ele é metalizado e possui uma cor meio champanhe, meio dourada, simplesmente maravilhoso, usável e super diferente (não tinha nenhum esmalte deste tom). Uma pena que as fotos não conseguem captar a perfeição deste esmalte. Fica lindo e muito chique nas unhas. Um luxo! Sem dúvidas se tornou um dos meus esmaltes favoritos.

Apesar de esmaltes metalizados não durarem muito em mim, gostei bastante da duração deste em especial - é muito boa e, mesmo que descasque, quase não dá pra perceber.

Quanto à qualidade, nem preciso dizer muito, pois adoro os esmaltes da marca. São lindos, acessíveis, possuem boa cobertura e são cruelty free. Amooo!!! ^^

sábado, 2 de junho de 2018

Kit Shampoo e Condicionador: Bombar - Inoar

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim falar sobre o kit para cabelos Bombar, composto por shampoo e condicionador, da marca Inoar. Comprei o mesmo por R$28,90 (versão de 250ml), na Época Cosméticos.

O shampoo possui Biotina e D-Pantenol, e o condicionador Óleo de Coco, Óleo de Abacate, Biotina e Manteiga de Karité. Ambos são recomendados para todos os tipos de cabelos e são livres de sulfatos, petrolatos, corantes e parabenos. Segundo a marca, proporcionam cabelos mais macios, fortes e saudáveis, além de auxiliar no crescimento dos fios e no combate à queda.


Primeiramente, adoro as embalagens da marca, que são bem funcionais e práticas (só atrapalham quando o condicionador é muito consistente, sendo difícil a sua retirada.. o que não é o caso dessa linha). O cheiro eu acho maravilhoso, muito gostoso, nada enjoativo e costuma durar bem nos fios. 

Shampoo:


Condicionador:


Sempre que lavo o cabelo, aplico o shampoo duas vezes para uma limpeza mais eficiente. Este shampoo não espuma na primeira aplicação, somente forma uma espuma mais cremosa na segunda aplicação, limpando bem os fios. O condicionador é possui uma boa fluidez e espalha bem nos fios, embora não seja muito desembaraçante. 

Ao secar os fios, noto que eles ficam limpos, cheirosos, bem controlados, e com brilho. Ao usar secador e chapinha então, brilho em dobro. Também notei que meus fios caem menos ao utilizá-lo. Quanto ao crescimento, não posso afirmar se faz alguma diferença, pois meu cabelo costuma crescer rápido. 

Abaixo, fotos do resultado, em dias diferentes, ao deixar o cabelo secar naturalmente:



Enfim, gostei muito! Uma linha acessível, com produtos muito bons, e o melhor, vegana (é cruelty free e não possui ingredientes de origem animal). Os meus estão acabando e com certeza comprarei novamente! ^^

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Leituras de maio - 2018

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim falar sobre os livros que li este mês. No total, foram 5 - 4 romances policiais/suspenses e 1 romance - que me agradaram, com uma exceção (acho que criei tanta expectativa que me decepcionei.. ). 

Este mês, aproveitando a promoção do Kindle Unlimited no Amazon, de 3 meses por R$1,99, assinei o serviço e estou podendo ler vários títulos que desejava. Para quem não conhece, o serviço custa R$19,90 ao mês e são disponibilizados vários livros (pode-se pegar emprestado até 10 títulos, que ficam armazenados no Kindle enquanto o serviço estiver sendo assinado... caso queira adicionar outro livro, é necessário trocar por um dos dez). Estou adorando e já baixei vários!


1. A Mulher na Janela - A. J. Finn


O primeiro livro escolhido este mês foi A Mulher na Janela, do escritor A. J. Finn. É o primeiro romance do autor e, como chegou ao primeiro lugar na lista do The New York Times, estava louca para ler. Passei meses querendo comprá-lo, esperando entrar em promoção, até que achei o mesmo de graça para baixar (melhor ainda! kkkk). 

A história é narrada em primeira pessoa por Anna Fox, que é casada e possui uma filha, porém mora sozinha. No passado, era psicóloga infantil e, devido a um trauma, se afasta do trabalho, e contrai agorafobia (fobia de ficar em lugares abertos) e por isso passa os dias em casa, somente bebendo, vendo filmes antigos, ajudando pessoas com agorafobia em um chat e vigiando a vida dos vizinhos. 

Com a chegada dos Russells, uma família constituída por marido, esposa e um filho ao bairro, ela adquire um novo alvo para espiar. Após conhecer o menino pessoalmente e, posteriormente, sua mãe, ela vê a mesma sendo esfaqueada através da janela. No entanto, ao se comunicar com a polícia para relatar o ocorrido, ninguém acredita nela, por ter misturado remédios com bebida alcoólica. Então, ela tenta provar que não estava imaginando e, como não consegue, acaba se convencendo de que estava delirando, até que novos acontecimentos começam a surgir.

A medida que o enredo se desenvolve, há vários capítulos com flashes de seu passado, relatando sua vida antes do trauma que sofreu, revelando várias surpresas sobre o ocorrido. 

Achei que o livro tinha de tudo para ser ótimo, pois possui um ótimo enredo. O problema é que achei o ritmo muito lento e cansativo (não estava mais aguentando ler citações de filmes antigos), além de a protagonista ser muito burra - nunca consegue provar nada, e não para de beber, duvidando de suas próprias visões. A explicação do final, também não achei nada surpreendente, pois já tinha descoberto no início do livro.

Número de páginas: 352

Nota: 3/5 (não vou dizer que o livro é ruim, apenas que poderia ser melhor, com um ritmo menos lento e com uma conclusão menos previsível).



2. O Lado Feio do Amor - Colleen Hoover


O segundo escolhido do mês foi O Lado Feio do Amor, da autora Colleen Hoover. Queria muito lê-lo por ser um dos mais conhecidos da autora e por já ter lido outras obras dela (Novembro 9, Um Caso Perdido, Talvez um Dia) e gostado da maioria. Peguei o mesmo emprestado pelo Kindle Unlimited. 

A história gira em torno de Tate e Miles, sendo cada capitulo narrado por um deles. No início, Tate se muda para o apartamento de seu irmão Corbin, em São Francisco, para terminar o seu mestrado em enfermagem. Porém, ao chegar ao apartamento, há um homem bêbado deitado em sua porta e, ao ligar para seu irmão e descobrir que se trata de Miles, um amigo, vizinho e colega de profissão dele, o ajuda. Apesar de não se darem bem no início, acabam se aproximando e se sentindo atraídos um pelo outro, levando-os a fazer um acordo no qual eles podem apenas ter relações sexuais, sem envolver sentimentos. O problema é que Tate se apaixona por Miles que, ao que parece, não dá sinais de que quer ter um relacionamento com ela. 

Em todos os capítulos de Miles, ele menciona seu passado com Rachel, desde que a conheceu até o ponto atual da história. Devido ao que aconteceu entre eles, o mesmo se tornou mal humorado e sentimentalmente inacessível, não tendo se envolvido com outras mulheres durante anos.

A medida que fui lendo, fiquei super curiosa com o passado de Miles, embora eu já imaginasse que seria algo bem trágico (e foi!). Por muitas vezes, achei Tate muito burra de continuar com algo que, segundo ele, não havia futuro. No entanto, gostei do ritmo do livro e do final também, tanto que o li super rápido.

Número de páginas: 352

Nota: 5/5 (recomendo para quem gosta de romance e drama).



3. Prisioneiros do Inverno - Jennifer McMahon


O terceiro livro escolhido foi Prisioneiros do Inverno, da autora Jennifer McMahon. É o primeiro livro da autora que leio e fiquei bastante curiosa para lê-lo devido a sua sinopse e por ser bem avaliado no Skoob. Peguei o mesmo emprestado no Kindle Unlimited. 

O enredo se desenrola na cidade de West Hall, e é dividido entre várias personagens e em épocas diferentes. O mesmo se inicia com trechos do diário de Sara Shea, em 1908. Ela perdeu a mãe quando era uma criança e seu pai começou a se relacionar com uma mulher conhecida por fazer feitiços (uma bruxa). Ao se tornar adulta, se casa e tem uma filha (após perder todos os outros bebês que tivera anteriormente). Um dia, sua filha desaparece e sua vida desmorona ao saber que ela está morta. Em seu diário, ela afirma saber como trazer alguém de volta a vida. 

Anos depois, a mãe de Ruthie e Fawn desaparece misteriosamente e, ao vasculharem a casa, acham partes do diário de Sara Shea, além de outros objetos suspeitos, e descobrem que moram na mesma casa que ela morou. Sua história acaba se encontrando com a de Katherine, que chega à cidade de West Hall buscando pistas ao saber que seu marido a havia visitado antes de falecer em um acidente. Assim, todas se unem e partem em busca do local que Sara Shea descreveu em seu diário, a fim de resolver os mistérios que as cercam.

Considerei o livro um bom suspense, visto que me realmente me prendeu. A narrativa é bem escrita, muito diferente das que costumo ler e, apesar de possuir algumas partes sobrenaturais, gostei bastante e posso dizer que me surpreendeu.

Número de páginas: 350

Nota: 4/5 (embora seja bem diferente dos livros que costumo ler, gostei bastante do enredo, que conseguiu me prender).



4. Rio Vermelho - Amy Lloyd


O quarto livro escolhido foi Rio Vermelho, da autora Amy Lloyd. Logo que vi a capa deste livro, já fiquei apaixonada, ainda mais quando li essa sinopse. Como o mesmo não foi disponibilizado em e-book, acabei comprando o livro físico no Amazon, por R$26,90. Ao receber, percebi que a edição do livro é muito bonita por dentro também, com imagens ao começar cada divisão. 

O enredo gira em torno de Sam, uma mulher solitária e sem autoestima, que mora na Inglaterra e que acaba ficando obcecada pela famosa história de Dennis Danson. Ele foi preso quando era apenas um adolescente, pelo assassinato de uma jovem em sua cidade, Red River, na Flórida. O caso tomou grandes proporções ao se saber que várias provas na cena do crime foram negligenciadas na época, e Dennis, que sempre se declarou inocente, ganhou vários defensores, documentários e livros que discutiam sobre sua inocência e os erros judiciários cometidos, exigindo sua soltura. 

Sam resolve escrever uma carta ao mesmo, dizendo saber de sua inocência e, ao ser respondida, inicia-se uma troca de cartas entre eles. Ao ver que seu sentimento é correspondido, acaba largando tudo para conhecê-lo na prisão, nos EUA, e rapidamente eles se casam. Logo, Dennis consegue ser solto e ambos vão morar juntos, inicialmente em hotéis e, após um tempo, em sua casa aos pedaços em Red River. Dennis possui atitudes muito estranhas, uma melhor amiga que vive grudada nele e muitos segredos. Ao perceber isso, Sam começa a ficar desconfiada e a não ter tanta certeza de sua inocência.

Achei que o livro é um suspense psicológico muito bom, e conseguiu me deixar tensa o tempo todo, apesar de ter demorado demais a realmente ter certa ação (que só ocorre nas últimas páginas). Tinha de tudo para ser perfeito, mas achei que pecou no final, que foi corrido e totalmente inacreditável, sem muitas explicações.

Número de páginas: 276

Nota: 4/5 (gostei muito da narrativa e do clima sombrio do livro, embora o final tenha deixado a desejar).



5. Valsa Maldita - Tess Gerritsen


O quinto escolhido foi Valsa Maldita, de uma das minhas autoras preferidas, Tess Gerritsen. Preciso confessar que nunca tive muita vontade de ler este livro, visto que sua sinopse me sugeria algo sobrenatural demais para mim, mas, ao ver que ele estava disponibilizado no Kindle Unlimited, resolvi dar uma chance. 

O enredo gira em torno de Julia e Lorenzo, e possui capítulos alternados entre suas histórias. Julia toca violino e, em uma viagem a Roma, compra um livro de músicas ciganas em um antiquário. Ao tocar uma valsa - chamada Incendio - que estava em uma folha avulsa dentro do livro, percebe que sua filha pequena comete atos extremamente violentos. Ao levá-la a vários médicos, todos garantem que sua filha é normal e não possui nenhum desvio de caráter. A fim de descobrir o porquê do efeito que a música causa em sua filha, Julia parte para Veneza juntamente com uma amiga, a fim de buscar informações sobre a origem da valsa. 

Já Lorenzo, foi um judeu que viveu em Veneza, na Itália, durante a Segunda Guerra Mundial. Era um violinista e, devido a sua origem judia, acaba sendo capturado e encaminhado, juntamente com toda sua família, a um campo de concentração. No entanto, devido ao fato de ser musicista, acaba sendo escolhido pelo general para tocar músicas em eventos locais, sendo separado de sua família, que segue viagem até outro campo. 

O livro é pequeno e apesar de achar que não me agradaria, eu gostei bastante e a história conseguiu me prender. Diferentemente do que eu imaginava, o livro não possui temas sobrenaturais. As partes de Júlia nem sempre fazem muito sentido (principalmente o final), mas as de Lorenzo são muito boas, embora tristes.
Número de páginas: 238

Nota: 4/5 (apesar de ser um tipo de livro bem diferente do que usualmente a autora escreve, gostei bastante e me surpreendeu).

domingo, 27 de maio de 2018

Batom Matte: Nude - Inoar

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim falar sobre o único item da linha de maquiagem da Inoar que eu comprei: o batom matte na cor Nude. Sempre fui louca para testar os batons da marca, e acabei comprando este em uma promoção no site BelezaNaWeb, por R$17,90 (o preço normal é de RS31,90).

Primeiramente, ele vem em uma caixinha cartonada, com as informações do produto, inclusive a de que ele é cruelty free:




Achei a embalagem chique e muito bonita. O batom possui uma cor linda, um nude com fundo mais pêssego, que eu amo! Notem que a cor da bala difere da cor nos lábios (ao aplicar, ele fica mais claro e mais pêssego, e até preferi a cor nos lábios, kkk).

Ao aplicá-lo, notei que ele é bem matte (até um pouco duro de passar), e tem cheiro de cera - ao que parece, não possui fragrância. Apesar de ser meio difícil de espalhar, por ser muito seco, ele possui uma boa duração e fica confortável nos lábios.

Abaixo, a composição do batom:


Enfim, eu amei a cor e gostei do produto, embora não esteja entre os meus batons em bala favoritos, por ser um pouco duro de aplicar. O preço normal é um pouco elevado mas, por ter comprado em promoção, achei que valeu a pena! 

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Água Micelar - Vult

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim falar sobre a água micelar da Vult, que comprei com o intuito de remover a maquiagem do dia-a-dia. Como só possuía um demaquilante bifásico (inclusive, muito bom, mas que o cheiro me incomoda um pouco), precisava de uma água micelar. Até hoje só havia experimentado a da Loreal, que eu até gostava, mas, por não ser cruelty free, me recuso a comprar novamente. Então, passeando na farmácia, optei por essa da Vult (marca cruelty free), que possui 180ml e custou em torno de R$24,00.

A mesma tem a proposta de limpar, suavizar e demaquilar, podendo ser utilizada em todos os tipos de pele.


Abaixo, foto de seus ingredientes:


Primeiramente, gostei da embalagem, que é simples e possui tampa rosqueada (o que acho ótimo, pois pode ser levada na bolsa, sem risco de abrir). Venho utilizando a mesma há alguns meses, e percebi que ela deixa a pela macia e bonita no dia seguinte, e o cheiro não me incomoda.

No entanto, achei que ela faz uma limpeza muito superficial na pele, não retirando bem a maquiagem (e olha que geralmente só utilizo corretivo, pó compacto, blush, rímel e batom no meu dia-a-dia...). Tenho que ficar esfregando o algodão várias vezes ao redor dos olhos, tentando retirar o corretivo e o pó, e sinto que vão apenas ficando espalhados, ao invés de removidos. Pra remover o rímel então, impossível.. perco os cílios, mas o rímel não sai (o que uso não é à prova d'água). 

Por isso, infelizmente não achei que comprar o produto vale a pena, já que não atende a seus objetivos principais, que é a limpeza da pele e a retirada da maquiagem. Agora é esperar essa acabar e ir em busca de outra para testar. :(


segunda-feira, 14 de maio de 2018

Perfume para cabelo Plant Inspira - Natura

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim falar sobre um produto super diferente: o perfume para cabelo Plant Inspira, da marca Natura. Sempre tive curiosidade para testá-lo (embora nunca tenha comprado por receio de não gostar, afinal não sou muito fã de perfumes) e, por acaso, acabei ganhando de presente da minha mãe. Pelo site da marca, vi que o mesmo custa R$44,40 (30ml). 


Além de perfumar os fios, ajudando a disfarçar odores indesejáveis (como de cigarro ou fritura, por exemplo), ele promete efeito anti-frizz e brilho imediato, podendo ser usado em todos os tipos de cabelos.


Como podem ver, ele vem nessa embalagem de vidro, que achei muito funcional e prática para ser levada na bolsa. Vi que o perfume foi lançado em duas versões: a Inspira (floral envolvente, que é a que eu tenho) e a Inspira Beleza (floral sensual, que ainda não conheço).

Modo de usar: é só aplicar o mesmo à uma distância de 10 cm dos fios, e espalhar com as mãos. 

O que eu achei: além da embalagem linda de vidro, ele possui um cheiro muito gostoso (é a mesma fragrância da máscara Hidratação Reparadora, da marca), e com apenas uma borrifada, o perfume fixou bem nos fios e teve uma ótima duração. Meus cabelos ficaram muito cheirosos, com brilho e permaneceram secos (não dá aquela sensação de fios molhados e nem estraga a escova/chapinha). O produto possui 30ml, o que considerei uma boa quantidade, visto que seu rendimento é muito bom. 

Quanto ao preço, achei que vale a pena, lembrando que o site costuma fazer várias promoções (hoje mesmo vi que ele está saindo por R$22,20 na promoção, o que é um preço maravilhoso!).

A composição do perfume se encontra na foto abaixo:


Só posso dizer que gostei muito do produto, o achei muito útil para o dia-a-dia, e com certeza vai durar bastante, visto que apenas 1 borrifada já é suficiente para todo o cabelo. E o melhor de tudo: os produtos da marca são cruelty free! ^^ Recomendo com certeza!!!


terça-feira, 1 de maio de 2018

Unha da semana: Click, Coleção Desfile - DNA Italy

Olá gente, tudo bem?

Hoje vim mostrar um dos meus esmaltes preferidos do momento: o Click, da coleção Desfile, marca DNA Italy. Comprei o mesmo na Araújo, por cerca de R$6,00. Apesar de não constar na embalagem, os esmaltes da marca são cruelty free (achei essa informação no site da marca). ^^


Como podem ver, ele possui um tom de roxo/vinho (gosto de dizer que é cor de beterraba, kkkk). Acho este esmalte maravilhoso, muito usável e chique. Sem dúvidas uma cor clássica que vai agradar todo mundo.

Gosto muito dos esmaltes da marca, pois possuem boa cobertura (com duas camadas, fica perfeito!), fácil aplicação e boa duração. Essa coleção Desfile está com uma ótima qualidade e as cores são lindas demais!!!